Rio de Janeiro Justiça do RJ condena 16 pessoas por queda de ciclovia Tim Maia

Justiça do RJ condena 16 pessoas por queda de ciclovia Tim Maia

Pena de cerca de quatro anos será convertida em perda de direitos, multa e serviços comunitários. Dois réus foram isentos de pena por serem idosos

  • Rio de Janeiro | Lucas Ferreira, do R7*

Ressaca derrubou parte da ciclovia em 2016

Ressaca derrubou parte da ciclovia em 2016

Fernando Frazão / Agência Brasil

O TJ-RJ (Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro) condenou 16 pessoas pela queda da ciclovia Tim Maia, que terminou com a morte de duas pessoas, em abril de 2016, em São Conrado, na zona sul da capital. A justiça determinou uma pena de três anos, 10 meses e 20 dias de detenção, que serão convertidos em perda de direitos, multa e serviços comunitários.

De acordo com a Justiça do RJ, outros dois réus, apesar de condenados, tiveram extinta a punibilidade por contarem mais de 70 anos na data da sentença. Todos os culpados, segundo o TJ-RJ, atuaram diretamente na construção da ciclovia, seja na elaboração do projeto ou na fiscalização da obra.

Na decisão, o juiz André Felipe Veras de Oliveira, da 32ª Vara Criminal do Tribunal de Justiça do RJ, afirmou que houve negligencia por parte dos réus, rejeitando estudos oceanográficos.

Uerj abre inscrições para programa de auxílio à inclusão digital

“Negligenciando o estudo oceanográfico e costeiro, e levada adiante, ainda assim, a obra até então inédita, edificada às cegas do ponto de vista da hidráulica marítima e costeira, os réus cooperaram entre si para o crime”, destacou Oliveira.

Em nota, o TJ-RJ relembrou que a ciclovia caiu apenas três meses após a inauguração.

*Estagiário do R7, sob supervisão de Celso Fonseca

Últimas