Rio de Janeiro Justiça do RJ vai decidir se goleiro Bruno pode voltar a viver no estado

Justiça do RJ vai decidir se goleiro Bruno pode voltar a viver no estado

Condenado pela morte de Elisa Samudio precisará apresentar comprovante de residência atualizado e comprovante de trabalho

Assassinato de Eliza Samudio ocorreu em 2010

Assassinato de Eliza Samudio ocorreu em 2010

Reprodução/Record TV

A juíza Juliana Gonçalves Pontes, da Vara Única de Arraial do Cabo (RJ), determinou que o ex-goleiro do Flamengo Bruno Fernandes de Souza, que atualmente cumpre pena no regime aberto pelo homicídio da modelo Eliza Samudio, em 2010, apresente comprovante de residência atualizado no município, assim como comprovante de trabalho ou da possibilidade de trabalhar imediatamente na própria cidade.

Bruno está cumprindo a pena no Estado do Acre, onde fora contratado para jogar no Rio Branco Futebol Clube. Com o fim do contrato, ele agora quer voltar para a cidade da Região dos Lagos, onde residia antes de ser preso.

No pedido, a defesa de Bruno afirmou que o Ministério Público da Comarca do Acre manifestou-se favoravelmente ao pleito, contudo, determinou que fosse feita uma consulta à Comarca de Arraial do Cabo.

*Estagiário do R7 sob supervisão de Raphael Hakime

Últimas