Justiça manda prender DJ Rennan, idealizador de baile funk na Penha

Funkeiro foi condenado, na última segunda-feira (18), a 6 anos e 8 meses em regime fechado por associação ao tráfico de drogas

Prisão Rennan da Penha

Funkeiro também é criador da batida 150 bpm

Funkeiro também é criador da batida 150 bpm

Reprodução Record TV

A Justiça do Rio de Janeiro expediu um mandado de prisão, na última segunda-feira (18), contra Renan Santos Silva, o DJ Rennan da Penha. O funkeiro foi condenado a 6 anos e 8 meses em regime fechado por associação ao tráfico de drogas.

Leia mais: Polícia Civil prende 13 suspeitos em operação na zona norte do Rio

Rennan é um dos criadores da batida 150 bpm e de um famoso baile funk promovido na Vila Cruzeiro, no Complexo da Penha, zona norte do Rio de Janeiro.

O baile já foi alvo de polêmicas. No mês passado, homens do Bope (Batalhão de Operações Especiais) e do Choque realizaram uma operação na Penha, para reprimir o tráfico de drogas em eventos de funk, segundo informações da Record TV.

No mesmo processo em que Renan Santos Silva é reú, outras 10 pessoas foram condenadas pelo mesmo crime.

O R7 tenta contato com a defesa do funkeiro; o espaço está aberto para manifestação. 

*Estagiária do R7, sob supervisão de Bruna Oliveira