Lixo Zero: multa para quem sujar as ruas começa nesta terça-feira

Dependendo da infração, autuados poderão pagar até R$ 3.000

Lixo Zero: multa para quem sujar as ruas começa nesta terça-feira

Prefeitura fez ações de conscientização sobre a nova lei do lixo

Prefeitura fez ações de conscientização sobre a nova lei do lixo

Pedro Neville / R7

Quem jogar lixo no chão a partir desta terça-feira (20) poderá ser multado. O programa Lixo Zero tem o objetivo de conscientizar a população a não jogar lixo nas ruas, praias, praças e espaços públicos.

O centro do Rio vai ser a primeira região a receber equipes formadas por fiscais da Comlurb, guardas municipais e policiais militares. Eles vão autuar e aplicar multas que vão de R$ 157 até R$ 3.000 para quem jogar lixo no chão. Ao todo serão 192 profissionais trabalhando na área.

O Lixo Zero deve se estender para Ipanema, Leblon, Lagoa, Copacabana, Botafogo, Catete e Glória, na zona sul, nessa primeira etapa. Na segunda etapa, Campo Grande, na zona oeste, além de Tijuca e Méier, na zona norte, vão receber os fiscais.

Para conscientizar a população sobre o programa, a prefeitura passou os meses de julho e agosto promovendo ações em pontos do centro, Tijuca e zona sul.

Como funciona

Os agentes vão abordar infratores e, por meio do CPF, o guarda municipal vai emitir o auto de constatação. Quem receber o auto deverá imprimir, via internet, o boleto de pagamento da multa. Caso o pagamento não seja feito, o nome da pessoa poderá ser inscrito no Serasa e no SPC.

Infratores que se recusarem a mostrar documentos poderão ser levados para a delegacia mais próxima.

O valor da multa varia de acordo com o tamanho do lixo descartado de maneira incorreta. Lixos que tiverem o tamanho máximo de uma lata de refrigerante custará R$ 157. Caso seja maior e chegue até 1m³, o valor cobrado será de R$ 392. Se ultrapassar 1 m³ o autuado terá que desembolsar R$ 980. A multa para quem descartar grande quantidade de entulho de forma irregular será de R$ 3.000.