Mãe perde guarda da filha e some com menina em dia de visita no RJ

Criança de cinco anos está sob guarda de uma tia desde janeiro, quando pai foi acusado de tê-la estuprado

Deam investiga o caso

Deam investiga o caso

Google Mapas

A Polícia Civil investiga o desaparecimento de uma criança de cinco anos em Campo Grande, na zona oeste do Rio de Janeiro, no último sábado (31).

Leia mais: Duas crianças morrem após incêndio em Angra dos Reis

A menina está sob a guarda da tia paterna, Mariana de Moura Santana, desde janeiro deste ano. Ela foi afastada dos pais após ter sido abusada sexualmente pelo pai.  

No entanto, após oito meses da decisão judicial, a mãe ganhou o direito de visitar a filha aos sábados, em locais públicos. Segundo a tia, os encontros vinham acontecendo desde o dia 27 de setembro. 

No dia do desaparecimento, a criança estava acompanhada de um representante legal contratado pela tia. Em depoimento, ele disse que mãe e filha sumiram após entrarem em uma loja de um shopping.

Ele ainda explicou que o local tinha duas saídas: a interna, onde ele as aguardava, e a externa, por onde desconfia-se que a mulher tenha fugido. 

Segundo a delegada titular da Deam Oeste (Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher), Giselle do Espírito Santo, a polícia esteve na residência dos pais da menor, no entanto não havia ninguém no local.

A delegada também informou que familiares e testemunhas já foram ouvidos e que diligências estão sendo realizadas.

Assista ao vídeo: