Rio de Janeiro Major da Polícia Militar é executado a tiros na Baixada Fluminense

Major da Polícia Militar é executado a tiros na Baixada Fluminense

De acordo com testemunhas, agente foi atacado por criminosos encapuzados e armados com fuzis; ele é 86º policial militar morto este ano no RJ

Major da Polícia Militar é executado a tiros na Baixa da Fluminense

Carro foi atingido por mais de 20 tiros

Carro foi atingido por mais de 20 tiros

Reprodução/RecordTV Rio

O major da Polícia Militar Alan de Luna Freire, de 40 anos, foi executado a tiros em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, na manhã desta terça-feira (27). Ele não teve tempo de ser socorrido e morreu no local.  

De acordo com informações da PM, o oficial estava ao volante, em uma rua próxima à residência dele, quando foi atacado por criminosos encapuzados e armados com fuzis. Os suspeitos, que estavam em veículo prata, fizeram diversos disparos contra o policial. 

Operação da PM na zona oeste do Rio termina com quatro mortos

A perícia encontrou ao menos 20 marcas tiros na lataria do carro do major, onde possivelmente a blindagem não protegia, segundo informações da RecordTV Rio. A DHBF (Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense) vai investigar o crime. 

O major Luna estava na corporação há 17 anos e trabalhava no 17º BPM (Batalhão da Ilha do Governador). 

Ele deixa esposa e um filho de três anos. Ainda não há informações sobre o sepultamento. 

Com mais este caso, sobe para 86 o número de policiais militares mortos no Estado do Rio de Janeiro em 2018.