Mancha negra aparece na praia da Barra da Tijuca 

Biólogo Mário Moscatelli alertou nas redes sociais sobre despejo irregular de esgotos nas águas, gerando impactos ambiental e econômico 

Mancha negra apareceu na praia da Barra

Mancha negra apareceu na praia da Barra

Projeto Olho Verde/ Mario Moscatelli

Uma mancha negra apareceu no canal da Joatinga, na zona sul do Rio, em direção ao mar da Barra da Tijuca, zona oeste, nesta quarta-feira (5).

Segundo o biólogo Mario Moscatelli, a falta de saneamento universalizado é uma das causas do problema.

Ele ressaltou que o esgoto produzido pelas favelas e pelas construções "ditas ordenadas" é despejado nas bacias hidrográficas, se espalhando por rios, lagoas e praias.

“Praia da Barra ou melhor dizendo do Barro, durante a maré baixa, extravasando tudo de podre que é lançado dos rios para as lagoas e dessas para a praia do Barro. Crime sem castigo que afeta ambientalmente, economicamente e a saúde pública de toda a região da baixada de Jacarepaguá”, escreveu Moscatelli em uma rede social.

Em nota, o Inea (Instituto Estadual do Ambiente) informou que a variação das marés fez com que as águas da lagoa da Barra atingissem as praias por meio do canal da Joatinga, o que ocasionou o aparecimento da mancha.

O último boletim emitido na última segunda-feira (3) apontou que dois pontos da praia da Barra, no Quebra Mar e em frente ao 2º posto dos bombeiros, estavam impróprios para banhistas.

Assista ao vídeo:

*Estagiária do R7, sob supervisão de Bruna Oliveira