Márcia Aguiar se apresenta para colocar tornozeleira eletrônica

Esposa de Fabrício Queiroz esteve, nesta sexta-feira (17), na coordenação de Patronato Magarino Torres para instalação do equipamento

Esposa de ex-assessor tinha 5 dias para se apresentar

Esposa de ex-assessor tinha 5 dias para se apresentar

Reprodução

Márcia Aguiar, mulher do PM reformado Fabricio Queiroz, se apresentou à central de monitoramento nesta sexta-feira (17) para instalar uma tornozeleira eletrônica.

De acordo com a SEAP (Secretaria de Estado de Administração Penitenciária), a suspeita esteve na manhã de hoje, na coordenação de Patronato Magarino Torres, no bairro do Estácio, zona central do Rio para instalação do equipamento.

A mulher do ex-assessor parlamentar vai cumprir prisão domiciliar, junto com o marido na residência do casal no bairro da Taquara, zona oeste da cidade.

Na quinta-feira (9), Márcia Aguiar e o marido tiveram a prisão domiciliar concedida pelo STJ (Superior Tribunal de Justiça). No dia seguinte, Fabrício Queiroz deixou o presídio de Bangu 8 com a tornozeleira eletrônica.

Fabrício Queiroz é investigado em suposto esquema de "rachadinhas" no gabinete de Flávio Bolsonaro, no qual o parlamentar ficaria com parte dos salários dos assessores contratados pelo então deputado na Alerj (Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro).

Para fundamentar o pedido de prisão domiciliar, a defesa de Queiroz citou o estado de saúde do ex-assessor parlamentar e o contexto de pandemia do covid-19, e determinou que a esposa deveria ficar ao lado dele para ajudar no tratamento.

A reportagem do R7 entrou em contato com a defesa da esposa do ex-assessor, mas ainda não obteve resposta.

*Sob supervisão de Ingrid Alfaya