Rio de Janeiro Suspeito de matar a ex-mulher na frente dos filhos morre após ser achado baleado pela polícia no RJ

Suspeito de matar a ex-mulher na frente dos filhos morre após ser achado baleado pela polícia no RJ

Segundo o delegado, Leandro dos Santos Dias foi levado sob custódia ao hospital, mas não resistiu após passar por cirurgia

  • Rio de Janeiro | Gabriel Vital*,do R7 com Vivian Casanova, Record Rio

Leandro foi levado sob custódia ao hospital, mas não resistiu

Leandro foi levado sob custódia ao hospital, mas não resistiu

Record Rio

O homem suspeito de ter matado a ex-mulher na frente dos filhos, em São João de Meriti, na Baixada Fluminense, morreu na madrugada desta quinta-feira (30).

Leandro dos Santos Dias foi encontrado pela polícia baleado nas costas e com dificuldades para caminhar, na tarde desta quarta-feira (29), na comunidade Pantanal, em Duque de Caxias.

Clique aqui e receba as notícias do R7 no seu WhatsApp
Compartilhe esta notícia pelo WhatsApp
Compartilhe esta notícia pelo Telegram
Assine a newsletter R7 em Ponto

Segundo o delegado Mauro César, o homem foi levado por agentes até o Hospital Adão Pereira Nunes. De acordo com a unidade, o paciente tinha marca de tiro no dorso e perfurações no abdômen. Ele passou por cirurgia e foi entubado em estado gravíssimo. Leandro teve uma parada cardiorrespiratória e não resistiu.

Ainda de acordo com as investigações, o suspeito foi alvejado após discutir com um morador da região, que fugiu. Este caso também vai ser investigado pela DHBF (Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense).

A polícia confirmou ter encontrado um revólver no esconderijo do suspeito e que investiga se a arma foi a mesma utilizada na execução da ex-esposa de Leandro. 

Mulher foi morta quando amamentava a filha

Cristiane foi assassinada quando amamentava a filha

Cristiane foi assassinada quando amamentava a filha

Record Rio

Em entrevista à Record Rio, o delegado responsável disse que Cristiane dos Anjos Barbosa, de 30 anos, foi morta enquanto amamentava a filha do casal, de 3 meses.

Além do bebê, os dois tinham outros três filhos, de 2, 5 e 10 anos.

Cristiane tinha voltado a morar com os pais há duas semanas, após terminar o relacionamento. 

Leandro teria aproveitado o momento em que o ex-sogro saiu de casa, para levar a neta na escola, e surpreender a vítima sozinha no imóvel. 

Após cometer o crime, ele ligou para o pai de Cristiane para dizer o que havia feito e fazer ameaças contra a família.

Ainda segundo o delegado, Cristiane chegou a registrar, em 2012, uma ameaça que sofreu de Leandro. O suspeito teve passagens pela polícia, ainda na adolescência, por roubo e porte ilegal de armas 

*Sob a supervisão de Bruna Oliveira

Últimas