Motorista de aplicativo suspeito de assassinar grávida é preso no Rio

Homem foi encontrado por policiais civis enquanto transportava passageiro. Julia Inze Rodrigues Soares foi achada na praia do Sossego, em Niterói

Julia estava grávida de quatro meses

Julia estava grávida de quatro meses

Reprodução/Redes Sociais

A Polícia Civil prendeu na manhã desta terça-feira (8) um motorista de aplicativo suspeito de assassinar uma mulher grávida, em Niterói, região metropolitana do Rio de Janeiro. O homem foi encontrado pelos agentes da DHNSGI (Delegacia de Homicídios de Niterói, São Gonçalo e Itaboraí) enquanto transportava um passageiro pela ponte Rio-Niterói.

O motorista de aplicativo havia sido identificado pela Polícia Civil na última segunda-feira (7), mesmo dia em que o corpo de Julia Inze Rodrigues Soares, grávida de quatro meses, foi encontrado na praia do Sossego, também em Niterói.

Policiais militares do 12º BPM (Niterói) isolaram a área da praia onde o Julia foi localizada até a chegada dos agentes da DHNSGI. O corpo da jovem, levado para o IML (Instituto Médico Legal) do Barreto, apresentava sinais de espancamento.

Nas redes sociais, familiares de Julia lamentaram sua morte e anunciaram que seu enterro será nesta terça, às 16h, no cemitério São Francisco Xavier, também em Niterói.

PM do Bope é investigado por ligação com traficante no Rio

O motorista de aplicativo será indiciado por feminicídio - homicídio motivado por gênero. A Polícia Civil continua em busca de câmeras de segurança e testemunhas que ajudem a solucionar o caso.

*Estagiário do R7, sob supervisão de PH Rosa