Rio de Janeiro MP-RJ denuncia homem por feminicídio em shopping de Niterói

MP-RJ denuncia homem por feminicídio em shopping de Niterói

Acusado matou a jovem Vitorya Mota, de 22 anos, no último dia 2; denúncia aponta que crime foi motivado pelo gênero da vítima

  • Rio de Janeiro | Victor Tozo, do R7*

Homem foi preso após o crime

Homem foi preso após o crime

Reprodução / Polícia Civil

O MP-RJ (Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro) denunciou à Justiça o homem que está preso pela morte de Vitorya Melissa Mota, de 22 anos, em um shopping de Niterói, na Região Metropolitana, no dia 2 de junho. Ele foi acusado de feminicídio triplamente qualificado.

A denúncia da Promotoria de Justiça junto à 3ª Vara Criminal de Niterói – Tribunal do Júri ressaltou que o crime foi cometido por motivo torpe, de forma cruel e com recurso que dificultou a defesa da vítima. Além disso, considerou que o assassinato ocorreu em razão da condição de sexo feminino, por envolver violência doméstica e menosprezo à condição de mulher.

De acordo com as investigações, o acusado e a vítima eram colegas em um curso técnico de enfermagem, e o homem nutria por ela sentimentos não correspondidos. No dia do crime, Vitorya estava sentada na praça de alimentação do Plaza Shopping, quando o denunciado apareceu e iniciou uma conversa com ela. Quando a vítima tentou se levantar, o acusado sacou uma faca da mochila e a atacou diversas vezes nas costas, mãos e tórax, atingindo órgãos vitais. 

Ainda segundo a denúncia, após cometer o crime, o acusado foi contido e desarmado por populares. Policiais civis apreenderam a faca, que havia sido comprada pelo homem momentos antes, e levaram o agressor à 76ª DP (Niterói).

Na unidade policial, o preso foi autuado em flagrante diante do relato de testemunhas que presenciaram o crime e da imagem das câmeras de segurança do shopping.

*Estagiário do R7, sob supervisão de Bruna Oliveira

Últimas