Rio de Janeiro Nova estação Maracanã com cinco plataformas de trem e metrô é inaugurada no Rio

Nova estação Maracanã com cinco plataformas de trem e metrô é inaugurada no Rio

Estação tem ligação com estádio do Maracanã e Uerj

Nova estação Maracanã com cinco plataformas de trem e metrô é inaugurada no Rio

Nova estação Maracanã tem cinco plataformas intermodais

Nova estação Maracanã tem cinco plataformas intermodais

Carlos Eduardo Cardoso / Agência O Dia

Foi inaugurada na tarde desta quarta-feira (2) a estação intermodal Maracanã, zona norte do Rio, que une o sistema de trens e metrô no Rio. A cerimônia contou com a presença do governador Luiz Fernando Pezão, da secretária estadual de Transportes, Tatiana Carius, e dos presidentes da SuperVia, Carlos José Cunha, e da MetrôRio, Flavio Almada. A estação já estava funcionando em  operação especial desde 15 de junho, atendendo os passageiros e torcedores em dias de jogos da Copa do Mundo no Maracanã.

De acordo com a SuperVia, a estação ocupa uma área de 9.000 m² e tem cinco plataformas de embarque e desembarque, além de sete escadas rolantes, sete elevadores e banheiros públicos. A estação também dará acesso ao estádio do Maracanã por meio de uma passarela recuperada pelo governo estadual e tem ligação direta com a Uerj (Universidade Estadual do Rio de Janeiro). Também foi construído um acesso à comunidade da Mangueira.

A concessionária que administra os trens informou que, além dos trens do ramal Deodoro, que já paravam na antiga plataforma, a nova estação Maracanã também vai receber composições dos ramais Santa Cruz, Japeri, Belford Roxo e Saracuruna. Dessa forma, o fluxo na estação vai aumentar, já que a população da Baixada Fluminense e zona oeste também terão acesso, assim como das zonas norte e sul, atendida pelo metrô.

Segundo a SuperVia, o tempo de percurso estimado entre a Central do Brasil e a estação Maracanã é de oito minutos em trens paradores e sete minutos nos semidiretos.