Rio de Janeiro “Perdeu a vida para proteger a família”, diz deputada sobre marido

“Perdeu a vida para proteger a família”, diz deputada sobre marido

Segundo Flordelis (PSD), Anderson do Carmo tentou impedir que suspeitos invadissem a casa e acabou baleado; Delegacia de Homicídios apura crime

Deputada falou com jornalistas na porta de casa

Deputada falou com jornalistas na porta de casa

Estefan Radovicz/Agência O Dia - 16.06.2019

A morte do pastor Anderson do Carmo teria sido provocada em uma tentativa de assalto, segundo a deputada federal Flordelis (PSD), esposa da vítima. O crime ocorreu na madrugada deste domingo (16) no bairro de Pendotiba, em Niterói, região metropolitana do Rio.

Abalada, ela falou com jornalistas na porta de casa que o marido tentou evitar que os suspeitos entrassem na residência e acabou baleado. O casal tem 55 filhos - 4 biológicos e 51 adotados.

“Eu só fui dar um passeio com meu marido, mais nada. Um passeio que acabou dessa forma, perdendo a vida para tentar proteger a casa, a família. O que ele tentou foi evitar que abrissem o portão da garagem e entrassem na casa.”

Segundo o registro de ocorrência, o casal havia acabado de chegar de uma comemoração. Familiares contaram aos policiais que a deputada teve a sensação de estar sendo seguida durante o trajeto entre o bairro de São Francisco e a residência.

Os relatos apontam também que a vítima teria sido baleada logo após ir a garagem pegar algo que tinha esquecido no carro. Anderson chegou a ser socorrido para um hospital particular da região, mas não resistiu aos ferimentos.

Em nota, a Polícia Civil afirmou que o caso foi registrado na DHNSG (Delegacia de Homicídios de Niterói e São Gonçalo) e que instaurou um inquérito policial para apurar o caso. Perícia já foi realizada na casa e no carro da vítima.