Rio de Janeiro Petrópolis tem sirenes acionadas para alerta de chuva forte pelo segundo dia consecutivo

Petrópolis tem sirenes acionadas para alerta de chuva forte pelo segundo dia consecutivo

Temporal atingiu cidade na terça (15) e deixou ao menos 136 mortos; previsão de chuva dura até sábado (19)

  • Rio de Janeiro | Victor Tozo, do R7*

Petrópolis ainda colhe prejuízos do temporal devastador que atingiu a cidade na terça (15)

Petrópolis ainda colhe prejuízos do temporal devastador que atingiu a cidade na terça (15)

Tânia Rêgo/Agência Brasil - 16.02.2022

A Defesa Civil acionou, pelo segundo dia consecutivo, sirenes no primeiro distrito de Petrópolis, na região serrana do Rio de Janeiro, para alertar a população sobre o risco de chuva forte para as próximas horas desta sexta-feira (18).

Moradores do morro dos Ferroviários, que abrange a área do morro da Oficina, da comunidade 24 de Maio, do Vila Felipe, do Chácara Flora, do Sargento Boening e do São Sebastião, foram alertados sobre a possibilidade de chuva nessas localidades.

O órgão afirmou que mantém agentes em alerta para possíveis novas ocorrências. Setores dos governos municipais, estaduais e federal também foram mobilizados para fornecer o suporte necessário.

A prefeitura orienta as pessoas em áreas de risco a procurar locais seguros ou ir até um dos 19 pontos de apoio espalhados pela cidade. Em caso de emergência, a recomendação é ligar para o Corpo de Bombeiros (193) e para a Defesa Civil (199).

Chuvas devastaram cidade

As chuvas em Petrópolis já deixaram ao menos 136 mortos e 218 desaparecidos, segundo a Polícia Civil.

Após ser atingida pelo pior temporal dos últimos 90 anos na terça (15), a cidade voltou a registrar chuvas nesta quinta (17), quando 14 sirenes foram acionadas e áreas de risco do Quitandinha foram evacuadas. A previsão de chuva no município está mantida até sábado (19).

Até a manhã desta sexta, o IML (Instituto Médico-Legal) havia reconhecido os corpos de 57 das 117 vítimas já encaminhadas ao local. Entre estas, 77 são de mulheres e 40, de homens. Há 20 crianças e adolescentes entre as vítimas. 

O temporal deixou um rastro de destruição na cidade. Cerca de 140 veículos arrastados pela força da água já foram retirados de ruas e rios. A operação da prefeitura de desobstrução das áreas afetadas pela chuva continua em Petrópolis.

*Estagiário do R7, sob supervisão de Bruna Oliveira

Últimas