Rio de Janeiro PMs receberão atendimento psiquiátrico na zona norte do Rio

PMs receberão atendimento psiquiátrico na zona norte do Rio

Pelo menos 1.500 agentes estão precisando de assistência psicológica no Rio de Janeiro, segundo a Polícia Militar

  • Rio de Janeiro | Rafaela Oliveira*, do R7

PMs de São Cristóvão receberão assistência psiquiátrica

PMs de São Cristóvão receberão assistência psiquiátrica

Reprodução/Google Maps

Os policiais militares do 4º BPM (São Cristóvão), na zona norte do Rio de janeiro, receberão assistência psiquiátrica duas vezes por semana. Essa foi uma decisão acordada na manhã desta segunda-feira (8), em reunião no Hospital Universitário Pedro Ernesto, em Vila Isabel. 

De acordo com a PMERJ, pelo menos 1.500 agentes precisam de atendimento psiquiátrico atualmente.

"A pandemia fez aumentar ainda mais o número de pessoas com problemas de saúde mental, e, na PM, esse número cresceu absurdamente. Nossos PMs, cuja missão é nos guardar, estão pedindo socorro. Precisamos fazer alguma coisa urgentemente", disse o vereador Felipe Michel (PP), presidente da Frente Parlamentar em Defesa da Saúde Mental. 

Reunião entre representantes da saúde e da PMERJ marcou acordo nesta segunda (8)

Reunião entre representantes da saúde e da PMERJ marcou acordo nesta segunda (8)

Divulgação

Estiveram no encontro o diretor da unidade, Ronaldo Damião; o secretário estadual de Saúde, Alexandre Chieppe; o coronel Henrique; o comandante Silva; o deputado federal Dr. Luizinho (PP); e o vereador Felipe Michel (PP). 

O hospital da Universidade Estadual do Rio de Janeiro vai ceder médicos ao batalhão. Segundo informações, o projeto pretende estender esse tipo de atendimento a outras unidades.

*Estagiária do R7, sob supervisão de PH Rosa

Últimas