Rio de Janeiro 'Poderia estar indo reconhecer o corpo do meu filho', diz mãe de jovem espancado em boate no Rio

'Poderia estar indo reconhecer o corpo do meu filho', diz mãe de jovem espancado em boate no Rio

Uma confusão generalizada aconteceu no último domingo (4) numa casa de shows na Barra da Tijuca

  • Rio de Janeiro | Bruna Zulata*, do R7, com Anabel Reis da Record TV Rio

Família acusa casa de shows de não prestar segurança no local

Família acusa casa de shows de não prestar segurança no local

Record TV

Um jovem de 19 anos foi espancado na madrugada de domingo (4), numa casa de shows na Barra da Tijuca, na zona oeste do Rio. A vítima faria nesta segunda-feira (5) uma prova na faculdade e, de acordo com a mãe, estaria preocupada com o exame.

Segundo familiares de Rafael Barbosa Feitosa, o jovem estava no 2º andar da casa, no camarote, com três amigos, quando outras pessoas do andar de cima começaram a jogar baldes e bebidas para baixo.

Na ocasião, iniciaram-se as agressões, que tomaram uma proporção generalizada no local. Rafael tentava ir embora quando se desencontrou dos amigos e deparou com os agressores.

Câmeras de segurança registraram o jovem ao tentar se proteger e sair do local. Ainda de acordo com a mãe, a vítima não se envolve em brigas.

“Assim como fui ao IML ontem para fazer corpo de delito eu poderia estar indo reconhecer o corpo do meu filho”, disse a mãe da vítima que busca punição às pessoas responsáveis pela situação de Rafael.

Além disso, a família acusa a casa de shows de não ter prestado segurança nem assistência à vítima. Rafael chegou a ir ao Hospital Lourenço Jorge, também na zona oeste, mas, por não ter conseguido atendimento, foi a um hospital particular na região.

Em nota, a casa de shows lamentou o ocorrido e informou que a segurança abriu as portas de emergência para que os frequentadores pudessem deixar o local. E ressaltou que em nenhum momento agentes de segurança da casa agrediram os envolvidos na briga. 

O caso é investigado pela 16ª DP (Barra da Tijuca).

*Sob a supervisão de PH Rosa

Últimas