Rio de Janeiro Polícia Civil prende dois milicianos em operação na zona oeste do Rio

Polícia Civil prende dois milicianos em operação na zona oeste do Rio

Criminosos eram integrantes de organização criminosa que atua na região. Foram apreendidas  uma pistola e uma espingarda

A Polícia Civil prendeu, nesta quinta-feira (18), dois milicianos em Campo Grande, na zona oeste do Rio de Janeiro. Eles eram integrantes da organização criminosa comandada por Zinho.

Ação foi realizada pela Polícia Civil

Ação foi realizada pela Polícia Civil

Tomaz Silva/Agência Brasil

Segundo os agentes de segurança, um dos presos é um dos chefes da organização que explora comunidades da zona oeste. Ele seria o braço direito do criminoso que é considerado o segundo na hierarquia da milícia.

O miliciano tinha ampla atuação nos conflitos contra a quadrilha comandada por Tandera. No momento da prisão, ele pulou da janela do 3º andar de sua casa para tentar fugir, mas foi capturado.

Contra ele foi cumprido um mandado de prisão preventiva por homicídio qualificado e a polícia apreendeu uma pistola com numeração raspada, 17 munições e vasto material tático policial, além de dois veículos roubados.

O segundo preso pertence ao grupo de milicianos que atua na comunidade do Piraquê em Guaratiba, na zona oeste do Rio. Ele era responsável pelas cobranças e pela contabilidade da organização criminosa.

O criminoso é investigado por vários crimes, como homicídios e extorsões, e também por integrar organização criminosa. A polícia apreendeu uma pistola e uma espingarda.

A ação foi realizada pela DC-Polinter (Delegacia de Polícia Interestadual - Divisão de Capturas) e pela Draco (Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas e Inquéritos Especiais).

A operação faz parte das ações da força-tarefa criada pela Polícia Civil de combate às milícias.

Últimas