Rio de Janeiro Polícia faz ação contra envolvidos em sequestro de helicóptero no Rio

Polícia faz ação contra envolvidos em sequestro de helicóptero no Rio

Agentes realizam buscas em endereço de suspeito de pagar pelo voo e tentam prender sequestrador da aeronave

  • Rio de Janeiro | Márcio Mendes, do R7*

Agentes cumpriram mandados contra envolvidos no sequestro

Agentes cumpriram mandados contra envolvidos no sequestro

Tomaz Silva/Agência Brasil

Policiais civis da Draco (Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas), com apoio da Polícia Federal, fazem buscas, nesta quarta-feira (27), no endereço de uma pessoa identificada como responsável por realizar o pagamento do voo que resultou no sequestro de um helicóptero no Rio de Janeiro.

O caso ocorreu em setembro deste ano. Segundo a polícia, os criminosos queriam resgatar presos no Complexo de Bangu, na zona oeste do Rio. 

Outro alvo da ação é um dos homens que sequestrou a aeronave. Contra ele há um mandado de prisão expedido pela Justiça. Os agentes atuam em Niterói e São Gonçalo, na Região Metropolitana.

Na primeira fase da operação, a polícia apreendeu o dinheiro usado no pagamento do trajeto aéreo, cerca de R$ 14,5 mil, e identificou os criminosos que participaram diretamente do sequestro do helicóptero.

Sequestro do helicóptero

Helicóptero é sequestrado no ar

Helicóptero é sequestrado no ar

Reprodução

Em setembro, um piloto da Polícia Civil do Rio de Janeiro foi rendido por dois homens durante um voo de helicóptero particular do Rio para Angra dos Reis, na Costa Verde.

Com uma arma apontada contra ele, Adonis Lopes Oliveira, que substituiu um colega que não estava se sentindo bem, recebeu a ordem de ir até o Complexo Penitenciário de Bangu.

O piloto tentou convencer os criminosos de desistir do plano de resgatar presos. Com intuito de se livrar da dupla, ele fez uma manobra arriscada ao sobrevoar o Batalhão da Polícia Militar em Bangu, zona oeste, e entrou em luta corporal com os bandidos.

Identificação dos sequestradores

Dois criminosos que sequestraram o helicóptero foram identificados pela polícia. Segundo as investigações, os bandidos planejaram resgatar três traficantes presos no complexo de Gericinó, na zona oeste da cidade. A dupla seria do Complexo do Sabão, comunidade de Niterói, na região metropolitana do Rio.

Polícia identifica sequestradores

Polícia identifica sequestradores

Reprodução/Record TV

De acordo com informações da Draco (Delegacia de Repressão ao Crime Organizado), os bandidos foram identificados, por meio de imagens de câmeras de segurança, como Marco Antônio da Silva, conhecido como "Pará", e Khawan Eduardo Costa Silva. A dupla é acusada de integrar uma facção do tráfico.

O piloto Adonis Lopes de Oliveira reconheceu os dois traficantes.

*Estagiário do R7, sob supervisão de Bruna Oliveira

Últimas