Rio de Janeiro Polícia faz ação contra grupo que extorquia políticos com fake news

Polícia faz ação contra grupo que extorquia políticos com fake news

Agentes tentam localizar homem de 27 anos suspeito de montar empresa para praticar crimes principalmente na Baixada Fluminense

Uma quadrilha investigada por extorquir políticos por meio de notícias falsas foi alvo de uma operação da Polícia Civil com o MP-RJ (Ministério Público do Rio de Janeiro) nesta segunda-feira (21) na Baixada Fluminense e na Região Metropolitana do Rio.

Polícia cumpriu mandados de busca e apreensão

Polícia cumpriu mandados de busca e apreensão

Record TV Rio

De acordo com as investigações, o grupo administrava dezenas de páginas falsas em redes sociais. Quando um político não aceitava pagar pela divulgação, ele se transformava em alvo de ataques com fake news.

O delegado Pablo Sartori, da DRCI (Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática), disse em entrevista à Record TV Rio que um homem de 27 está sendo procurado por ser o líder do grupo. O suspeito é apontado como o responsável por ter montado uma empresa para praticar crimes contra deputados estaduais, federais, vereadores e prefeitos, além de outras vítimas.

De acordo com Sartori, ainda não há uma estimativa de quanto o grupo lucrou com o negócio, porque o suspeito recebeu valores em dinheiro e na conta de parentes.

A ação cumpriu seis mandados de busca e apreensão e conduziu três pessoas para delegacia para prestar depoimento. As investigações indicaram ainda que os crimes foram praticados em municípios como Paraty, na Região da Costa Verde, mas a atuação mais intensa ocorreu em cidades da Baixada Fluminense, entre elas Magé.

Últimas