Rio de Janeiro Polícia investiga morte de homem baleado por PMs em Niterói

Polícia investiga morte de homem baleado por PMs em Niterói

Moradores da comunidade do Caramujo afirmaram nas redes sociais que Wallace Santos, de 28 anos, tinha problemas mentais

PMs apresentaram material apreendido com o homem

PMs apresentaram material apreendido com o homem

Record TV Rio

A Polícia Civil abriu um inquérito para apurar a morte de um homem baleado por policiais militares do 12º BPM (Niterói) na comunidade do Caramujo, na Região Metropolitana do Rio de Janeiro, na sexta-feira (24).

Os moradores afirmaram nas redes sociais que Wallace Santos, de 28 anos, tinha problemas mentais. Em um vídeo, uma mulher, desesperada, disse que os policiais "mataram um garoto inocente, [com] tiro nas costas, o garoto doente".

Segundo a versão dos PMs, foi necessário atirar contra Wallace para "proteger a integridade física da equipe", que foi atacada com um objeto cortante. 

Antes do disparo, os agentes disseram que o homem, visivelmente alterado, danificou uma viatura e o veículo de um policial.

Ainda de acordo com a Polícia Militar, ele tentou fugir e deixou cair um tridente e um punhal. Ao ser alcançado, não teria respeitado a ordem de parada.

A DHNSGI (Delegacia de Homicídio de Niterói, São Gonçalo e Itaboraí) confirmou que os policiais já prestaram depoimentos e tiveram as armas apreendidas. Testemunhas também já foram ouvidas.

Os PMs apresentaram na delegacia três lâminas, um tridente, um rádio transmissor e um celular apreendidos com o homem. O material foi encaminhado à perícia.

Últimas