Rio de Janeiro Polícia ouve amigos de holandesa que desapareceu antes de ir pra festa no Rio

Polícia ouve amigos de holandesa que desapareceu antes de ir pra festa no Rio

Britt Bloom morava em São João de Meriti e mandou mensagem a um amigo em que dizia que poderia se atrasar para a reunião

Britt Bloom desapareceu antes de ir para uma festa em Coelho Neto

Britt Bloom desapareceu antes de ir para uma festa em Coelho Neto

Reprodução

A Polícia Civil ouve nesta quarta-feira (21) os amigos de Britt Blom, holandesa que desapareceu no dia 10, quando saiu para ir a uma festa em Coelho Neto, na zona norte do Rio. O caso está sendo investigado pela DHBF (Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense), que trata o caso como desaparecimento.

Moradora de São João de Meriti, na Baixada Fluminense, a mulher chegou ao Brasil há 14 anos, mas passou dez deles em São Paulo, onde tem uma filha que mora com o pai e é dona de apartamentos que aluga como fonte de renda.

No dia do desaparecimento, a holandesa disse aos amigos que se atrasaria para a reunião por causa de um compromisso de trabalho. Em um áudio enviado a um amigo que a acompanharia, ela disse que ele poderia ir na frente caso ela demorasse muito.

Após receber o áudio, o colega mandou uma mensagem em que perguntava se ela não iria mesmo à festa, mas ela não a visualizou. A última vez que Britt ficou online foi na madrugada do dia 11, mas nenhum amigo ou familiar conseguiu entrar em contato com a vítima.

Três dias depois, o amigo foi à casa dela e encontrou as portas trancadas, o ar-condicionado ligado e a piscina suja.

Britt tem familiares na Holanda, e o consulado do holandês mantém contato com familiares e amigos dela em São Paulo. A família dela que mora no país estrangeiro contratou uma advogada no Brasil para cuidar do caso.

Últimas