Rio de Janeiro Polícia prende mulher que se passava por médica em Duque de Caxias

Polícia prende mulher que se passava por médica em Duque de Caxias

Farmacêutica e estudante de medicina chegou a atender 130 pessoas por plantão

  • Rio de Janeiro | Inácio Loyola Do R7*

A Polícia Civil prendeu, nesta segunda-feira (05), uma mulher se passava por médica em posto de saúde em Imbariê, Duque de Caxias, na baixada fluminense. A criminosa é farmacêutica e estudante de medicina.

Record TV Rio


As consultas fraudulentas eram realizadas desde outubro de 2020, ela chegou a atender 130 pessoas por plantão e confessou que recebeu pacientes com sintomas da covid-19.

De acordo com agentes da 58° DP e 62° DP, a farmacêutica utilizava carimbos e assinaturas de uma médica real para realizar os atendimentos. Foi constatado que a mulher medicava pacientes desde fevereiro deste ano.

Segundo o delegado Willians Batista, a acusada foi identificada após uma denúncia recebida pelo setor de inteligência da delegacia. A polícia apreendeu boletins de atendimento médico e carimbos durante a abordagem.

O delegado informou que as pessoas atendidas pela médica devem ir a delegacia para relatar informações sobre as consultas para ajudar as investigações.

A falsa médica foi encaminhada para o sistema prisional e autuada por falsidade ideológica, exercício ilegal da medicina e por colocar a vida ou saúde de outras pessoas em risco.

Em nota, a Prefeitura de Duque de Caxias, através da Secretaria Municipal de Saúde, determinou que seja aberta uma sindicância administrativa para apuração dos fatos e responsabilização dos envolvidos.

Últimas