Rio de Janeiro Polícia procura dupla que matou francês a marteladas no Rio

Polícia procura dupla que matou francês a marteladas no Rio

Os pedreiros contratados para fazer uma obra na casa do estrangeiro cometeram o crime, de acordo com as investigações

  • Rio de Janeiro | Do R7, com Record TV Rio

Randolphe tinha 25 anos

Randolphe tinha 25 anos

Record TV Rio

Dois suspeitos de terem matado um jovem francês a marteladas em Barra de Guaratiba, na zona oeste do Rio, em agosto deste ano, são procurados pela polícia.

Alessandro de Azevedo Monteiro, de 33 anos, e Thiago Mariano dos Santos, de 37, tiveram a prisão decretada e já são considerados foragidos. 

O estrangeiro Randolphe Jean-Claude, de 25 anos, tinha comprado uma casa no bairro para transformá-la em uma pousada, e, segundo a polícia, os pedreiros contratados para a obra cometeram o crime. 

Segundo informações da Record TV, houve um desentendimento por causa do serviço realizado, que havia sido orçado em R$ 180 mil. O proprietário do imóvel chegou a ir à casa de um dos suspeitos para tentar cancelar o serviço e sinalizar que recorreria à Justiça. 

Em seguida, os suspeitos estiveram na casa do francês e aproveitaram que ele não estava para furtar objetos, de acordo com as investigações da Divisão de Homicídios. O caso foi registrado na delegacia. 

No dia 27 agosto, a dupla e possivelmente mais um suspeito amarraram, torturaram e mataram a vítima a golpes de martelo. Os dois pedreiros identificados são acusados de homicídio. A polícia ainda apura o envolvimento do terceiro homem no crime. 

Últimas