Por desrespeito às regras, Prefeitura do Rio reboca carros e motos

Para frear avanço do coronavírus, está proibido ficar na areia e estacionar na orla da praia aos finais de semana; bares foram multados e interditados

Agentes da Prefeitura do Rio de Janeiro fazem reboque de motocicletas estacionadas na praia do Arpoador

Agentes da Prefeitura do Rio de Janeiro fazem reboque de motocicletas estacionadas na praia do Arpoador

Julio Zerbatto/Agência Estado

Sob calor intenso, banhistas foram à praia neste domingo (13) no Rio de Janeiro, apesar de restrições da prefeitura. Ambulantes e banhistas tomaram as faixas de areias nas zonas oeste e sul, desrespeitando regras. Para conter a disseminação da covid-19, está proibida a permanência na areia e também o estacionamento de carros na orla nos fins de semana e feriados. Pela manhã, 169 automóveis foram rebocados.

Na orla da capital, a atual fase de flexibilização do isolamento permite apenas a circulação de vendedores ambulantes no período das 7 às 18 horas e atividades físicas com o uso de máscaras. Mas, continuam proibidos o aluguel de cadeiras e barracas e a venda de bebida alcoólica.

Leia também: Capital paulista registra no sábado o dia mais quente do ano

As restrições, no entanto, não têm sido suficientes para evitar que as praias fiquem lotadas. Nesta sexta-feira (11), o prefeito Marcelo Crivella (Republicanos) cogitou liberar o acesso do público aos estádios, em jogos de futebol, para tentar reduzir a lotação da beira-mar. Por enquanto, os jogos têm ocorrido sem torcida.

Noite de bares lotados

Na madrugada de domingo, a prefeitura ainda multou 14 bares e restaurantes e interditou outros sete em polos gastronômicos localizados em diferentes pontos da cidade por desrespeitarem as normas de isolamento social.

Leia também: Pais, alunos e escolas particulares protestam no Rio por volta às aulas

O valor da multa é de R$ 13 mil e, em caso de reincidência, dobra para R$ 26 mil. Em nota, a administração municipal afirmou que organizadores de festas tentaram driblar a fiscalização ao desligar som e luzes na chegada das equipes. Mas não conseguiram evitar as penalidades.

Praias do Rio de Janeiro ficam lotadas em domingo de calor: