Prefeitura do Rio prevê ventos de até 76 km/h nesta quarta (1º)

Frente fria que se aproxima da região sudeste traz instabilidade, além dos ventos fortes. Centro de Operações Rio pede para cariocas ficarem em casa

Árvore caiu em avenida da zona sul

Árvore caiu em avenida da zona sul

Reprodução/Centro de Operações Rio

O COR (Centro de Operações Rio) informou nesta quarta-feira (1º) que os ventos podem chegar até 76 km/h na capital fluminense. Segundo o centro, o fenômeno acontece como consequência de uma frente fria que se aproxima da região sudeste, trazendo instabilidade e quedas de temperatura.

Bombeiros encontram corpos de jovens desaparecidos no mar do Rio

A Prefeitura do Rio de Janeiro, inclusive, recomenda que os cariocas não saiam de casa se não houver necessidade. O poder executivo municipal alerta para o risco de quedas de árvore e postes em toda a cidade, além de chuva leve ou moderada em qualquer horário do dia.

Nesta madrugada, o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) registrou ventos de 60,9 km/h no Forte de Copacabana, 35,3 km/h em Jacarepaguá e 42,1 km/h na Vila Militar, nas zonas sul, oeste e norte do Rio de Janeiro, respectivamente.

Nas redes sociais, o COR alertou para quedas de árvores/galhos na Lagoa, Ipanema e Vidigal, na zona sul e Recreio e Vargem Grande, na zona oeste. Na Vila Kennedy, zona norte, um poste também teria caído próximo à vila olímpica do bairro.

Por meio de nota, o COR destacou que o ciclone Bomba não deve chegar ao Rio de Janeiro, mas que o fenômeno pode sim ter afetado a frente fria que chega até a cidade.

*Estagiário do R7, sob supervisão de PH Rosa