Rio de Janeiro Prefeitura faz alerta para notícias falsas sobre temporal e mobilização em Petrópolis

Prefeitura faz alerta para notícias falsas sobre temporal e mobilização em Petrópolis

Polícia Militar realiza buscas de grupos que deram alarme falso sobre chuvas na Região Serrana

Petrópolis foi atingida por temporal na terça (15)

Petrópolis foi atingida por temporal na terça (15)

AFP/Presidência da República - 18.2.2022

Em meio à tragédia que matou 136 pessoas em Petrópolis, na Região Serrana, e à preocupação com os riscos de novos deslizamentos, as autoridades estão combatendo ainda as informações falsas sobre as chuvas e a mobilização da população. Nesta sexta-feira (18), a Secretaria de Defesa Civil e Ações Voluntárias enviou SMS para alertar sobre notícias falsas com relação a temporais e anúncio de evacuação de áreas.

Segundo a prefeitura, a Polícia Militar também faz ronda para identificar o grupo que deu alarme falso, utilizando um carro de som, o que assustou a população em diferentes regiões. As informações falsas também estariam sendo disseminadas por aplicativo de mensagens.  

Informações repassadas à Defesa Civil indicam que o grupo, inclusive, estaria usando uniformes similares aos dos órgãos competentes.

A prefeitura, por meio da Defesa Civil, ressaltou que esse não é um mecanismo adotado pelo órgão para alertar situações de emergência.

Mais cedo, o prefeito Rubens Bomtempo divulgou um vídeo nas redes sociais para desmentir a informação sobre o rompimento de uma barragem no Sargento Boening.

Como se informar

A Defesa Civil dispõe de sistema de sirenes, de envio de SMS, além de comunicados por grupos oficiais com as comunidades, por meio dos Núcleos Comunitários de Defesa Civil, para anunciar a necessidade de mobilização da população em situação de chuva forte.

Em situação de maior necessidade, o alerta nas regiões de maior risco também pode ser feito por viaturas oficiais nas comunidades.

A Defesa Civil usa apenas viaturas oficiais, com identificação, em ações pelas comunidades. Em caso de emergência, os telefones 199 (Defesa Civil) e 193 (Corpo de Bombeiros) devem ser acionados.

Últimas