Rio de Janeiro Preso falso médico que se vacinou e atendeu pacientes com covid no Rio

Preso falso médico que se vacinou e atendeu pacientes com covid no Rio

Homem de 31 anos realizava atendimentos na UPA de Realengo, na zona oeste, após denúncia

  • Rio de Janeiro | Victor Tozo, do R7*

Falso médico foi preso pela 12ª DP (Copacabana)

Falso médico foi preso pela 12ª DP (Copacabana)

Divulgação Polícia Civil

Um homem de 31 anos foi preso em flagrante pela Polícia Civil por se passar por médico em uma UPA (Unidade de Pronto Atendimento) de Realengo, na zona oeste do Rio.

De acordo com as investigações, o falso médico atendia pacientes de covid-19 na chamada “sala amarela” da unidade. Ele teria realizado mais de três mil atendimentos desde janeiro deste ano.

Na UPA, agentes da 12ª DP (Copacabana) encontraram um atestado de óbito assinado pelo homem. Também foi achado um carimbo com o nome de um médico, do qual o farsante utilizava o registro do CRM (Conselho Regional de Medicina) para realizar os atendimentos.

As investigações começaram após denúncia do médico cujo registro e nome eram usados pelo suspeito. O homem teria, inclusive, se apresentado com dados do profissional para receber a vacina contra a covid-19.

O caso segue em investigação, e os agentes procuram reunir mais informações sobre a conduta do falso médico.

A coordenação da UPA de Realengo afirma que está colaborando integralmente com a Polícia Civil na investigação do caso.

A Secretaria Estadual de Saúde informou que abrirá um processo administrativo para apurar a contratação do falso médico, assim como as responsabilidades administrativas da Organização Social que faz a gestão da unidade.

A Secretaria ressalta, ainda, que está sendo criada a Subsecretaria de Fiscalização de Contratos de Gestão, para aprimorar os processos de gestão de todos os contratos e serviços realizados pela pasta.

*Estagiário do R7, sob supervisão de Bruna Oliveira

Últimas