Rio de Janeiro Preso suspeito de participação em briga de bate-bolas no Rio

Preso suspeito de participação em briga de bate-bolas no Rio

Apontado como líder do grupo, homem já tinha um mandado de prisão preventivo por duplo homicídio qualificado expedido pela Justiça

Briga de bate-bolas no Rio

Polícia revistou grupo de bate-bolas em ônibus

Polícia revistou grupo de bate-bolas em ônibus

Record TV Rio

A Polícia Civil prendeu, nesta sexta-feira (8), um suspeito de participação na briga entre dois grupos de bate-bolas durante o feriado de Carnaval em Marechal Hermes, zona norte do Rio de Janeiro. De acordo os agentes, Edson Gomes da Silva, de 47 anos, já tinha um mandado de prisão preventivo por duplo homicídio qualificado expedido pela Justiça.

O suspeito foi capturado durante diligências da Sepol (Secretaria de Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro) e é considerado o líder do grupo envolvido no crime.

O caso

Uma briga entre dois grupos de foliões, no domingo (3), deixou duas pessoas mortas e outras seis feridas, em Marechal Hermes, zona norte do Rio de Janeiro.

Os bate-bolas, figuras conhecidas do Carnaval carioca por andarem em grupos com grandes fantasias, iniciaram um confronto armado durante um bloco na rua Aurélio Valporto.

Uma menina de 12 anos e um homem de 39 anos não resistiram aos ferimentos, enquanto os seis atingidos foram encaminhados para o Hospital Estadual Carlos Chagas, ainda em Marechal Hermes.

Estagiária do R7, sob supervisão de Bruna Oliveira