"Psicopata", diz delegado sobre suspeito de atacar casal em Paraty

Homem foi preso após assassinar o lituano Adam Zindul e estuprar a mulher dele na praia do Sono, na Costa Verde

Adam Zindul foi assassinado em Paraty

Adam Zindul foi assassinado em Paraty

Reprodução

O homem apontado pela polícia como o responsável pelo estupro de uma turista e o assassinato do marido dela na praia do Sono, em Paraty, na Costa Verde, foi preso nesta quinta-feira (6).

O delegado responsável pelo caso, Marcelo Russo, confirmou que pedirá à Justiça a prisão preventiva do suspeito, que foi reconhecido pela vítima.

Em entrevista ao Cidade Alerta, Russo disse acreditar que a motivação do crime tenha sido a prática sexual, já que testemunhas afirmam ter visto o homem rondando o local, além de nada ter sido roubado das vítimas.

"Um criminoso, psicopata, que apresenta um alto grau de periculosidade para as pessoas, foi tirado das ruas. Toda a prova foi fundamentada por laudos técnicos e, principalmente, pela vítima reconhecer o autor do fato. Ela o reconhece pela voz e por outros objetos que foram apreendidos no local do crime”, disse o delegado.

Segundo as investigações, o criminoso invadiu a casa, onde os dois estavam hospedados, com uma faca e amarrou o lituano Adam Zindul. Em seguida, esganou a mulher e a violentou. Antes de deixar o local, ele assassinou o marido da turista.

Para o delegado, o preso deverá responder por homicídio e tentativa de feminicídio.

Assista ao vídeo: