Rio de Janeiro Réveillon 2020: Crivella anuncia como vai ser festa em Copacabana

Réveillon 2020: Crivella anuncia como vai ser festa em Copacabana

Sob o tema “Amor a Cada Vista”, a festa vai dispor de quatro palcos, além de dar destaque ao título concedido ao Rio de Capital Mundial da Arquitetura

Richard Santos / Riotur / 31.12.2018

O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, anunciou nesta terça-feira (3) as novidades da festa de Réveillon na praia de Copacabana, na zona sul.

Leia mais: Miliciano do Terreirão é preso em flagrante na zona oeste do Rio

Sob o tema “Amor a Cada Vista”, que busca exaltar a cidade, a festa vai dispor de quatro palcos: o principal, em frente ao hotel Belmond Copacabana Palace; um na altura da Rua Anchieta, no Leme; outro na altura da Rua Hilário de Gouveia; e o último entre as ruas Bolívar e Barão de Ipanema, todos na zona sul.

Outra novidade é que um dos espaços da festa vai ser dedicado à música gospel.

"Essa ideia de mais três palcos em Copacabana não só privilegia o trânsito, mas também dá espaços à canção gospel, que é na nossa cidade o primeiro lugar disparado nas rádios. Essa música, pela primeira vez, terá palco especial para ela", disse Crivella.

Além disso, o evento vai dar destaque ao fato do Rio ser a primeira cidade a ganhar o título de Capital Mundial da Arquitetura, concedido pela Unesco e pela UIA (União Internacional dos Arquitetos).

A expectativa é de que o recorde de 2,8 milhões de pessoas, batido na chegada de 2019, seja superado na virada para 2020.

"Não há festa no mundo que reúna três milhões de pessoas, como na Praia de Copacabana. Estamos trabalhando para superar os números de 2019, e vamos conseguir. Podem esperar por uma festa grandiosa, que vai reverberar mundo afora", destacou o presidente da Riotur, Marcelo Alves.

Com 14 minutos de duração, a tradicional queima de fogos vai contar com trilha sonora sincronizada, desenvolvida pelo músico Daniel Lopes, e vai começar pontualmente à meia-noite. Serão 10 balsas, com 16,9 toneladas de fogos com bombas de alto, médio e de baixo calibre e artefatos inéditos.

Veja a programação do palco principal em Copacabana:
Anayle Sullivan
Allyrio Mello
Diogo Nogueira
Ferrugem
Queima de fogos
DJ Marlboro
Escola de Samba da Mangueira

Os shows acontecerão das 19h do dia 31 de dezembro às 3h do dia 1º de janeiro.

Réveillon em outros nove pontos da cidade

A festa da virada também vai ocorrer em outros oito palcos distribuídos em diferentes bairros, como Flamengo, que vai contar com queima de fogos disparados de três balsas, Ilha de Paquetá, Ilha do Governador, Parque de Madureira, Sepetiba, Guaratiba, Piscinão de Ramos e Penha, na zona norte.

Já na Barra da Tijuca, na zona oeste, vai haver 12 pontos de queima de fogos, com duração de 5 a 15 minutos, e cerca de cinco toneladas para iluminar o céu da região.

Ocupação de Hotéis

De acordo com pesquisa do Hotéis Rio, a média de ocupação dos hotéis cariocas, até o momento, está em cerca de 75% na capital, para os pacotes de 28 de dezembro a 1º de janeiro, mas a expectativa é de ultrapassar 90% na noite da virada. Em regiões como Ipanema e Leblon, o índice está acima de 80% enquanto Flamengo e Botafogo já registra 86% de quartos ocupados. 

*Estagiária do R7 sob supervisão de PH Rosa