Rio de Janeiro Rio: adolescente morre durante megaoperação na Vila Cruzeiro

Rio: adolescente morre durante megaoperação na Vila Cruzeiro

Morador foi atingido na cabeça dentro de casa, na zona norte do Rio. Outras duas pessoas também morreram e uma está ferida

  • Rio de Janeiro | Rafaela oliveira*, com Record TV Rio

Polícia faz megaoperação na zona norte

Polícia faz megaoperação na zona norte

Reprodução/Record TV Rio

Um adolescente de 16 anos morreu depois de ser atingido com um tiro na cabeça, dentro de casa, na Vila Cruzeiro, zona norte do Rio. Desde o início da manhã desta sexta-feira (18), a Polícia Civil do Rio, do Pará e do Amazonas realizam uma operação na região para capturar líderes do Comando Vermelho.

Além do jovem, dois traficantes morreram e um está internado no Hospital Estadual Getúlio Vargas. Segundo a direção da unidade de saúde, o menor identificado como Thiago Santos da Conceição já chegou morto ao hospital.

No momento dos tiros, Thiago estaria tomando café dentro de casa, na região conhecida como beco do Morro da Fé.

A ação da polícia faz parte da megaoperação "Coalizão pelo bem", que conta com, pelo menos, 100 policiais civis e cerca de 400 policiais militares. Os agentes buscam cumprir 18 mandados de prisão preventina e 35 de busca e apreensão contra estes criminosos, inclusive de outros estados.

Segundo as investigações, um dos chefes do tráfico mandante dos ataques em Manaus, conhecido como "Mano Kaio", está escondido no Complexo da Penha. Ele seria responsável por lavar mais de R$ 126 milhões em esquema criminoso.

Em entrevista coletiva na Cidade da Polícia, às 12h50, o delegado Rodrigo Oliveira disse que 15 pessoas já foram presas no Brasil. Cinco delas em Manaus, dois em São Paulo e oito no Rio. Das prisão aqui, apenas um é da região, três criminosos são de Manaus e quatro do Pará. 

A operação ainda está em andamento. Thiago é o vigésimo adolescente baleado no Grande Rio em 2021 e o sétimo deles a morrer, de acordo com relatório do Instituto Fogo Cruzado.

*Estagiária do R7, sob supervisão de PH Rosa

Últimas