Rio de Janeiro Rio autoriza abertura de bares e restaurantes a partir desta sexta (9)

Rio autoriza abertura de bares e restaurantes a partir desta sexta (9)

Flexibilização de serviços vale até o dia 19; lojas e serviços também voltam a funcionar com horário reduzido

A cidade de Rio flexibiliza a partir desta sexta-feira (9), as medidas restritivas que estão implementadas no munícipio desde o último dia 26. O decreto municipal publicado no último dia 2, determina que a partir desta sexta-feira (9) bares, lanchonetes, restaurantes e quiosques da orla poderão voltar a receber clientes presencialmente. As novas medidas valem até 19 de abril.

Praias seguem proibidas durante flexibilização

Praias seguem proibidas durante flexibilização

Tânia Rêgo/Agência Brasil

Em nota, a Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz) disse nesta quinta-feira (8) que "ainda é cedo para se propor qualquer medida de flexibilização" e que "é fundamental intensificar a fiscalização nas áreas de lazer e praias, e realizar controle efetivo de entrada de pessoas em farmácias, mercearias e supermercados. É necessário aliar estas medidas, prorrogando a restrição em sua forma mais rígida, a um aumento de aceleração da vacinação no município".

Serviços autorizados a funcionar

Os serviços essenciais continuam funcionando com as mesmas regras atuais. Neles estão inclusos farmácias, supermercados, mercados, pet shops com assistência veterinária, bancos e lotéricas, postos de gasolina, serviços de entrega em domicílio, construção civil, estacionamentos, serviços de limpeza e entre outros.

Em estabelicimentos, o consumo será permitido para pessoas sentadas às mesas e até as 21h. Após esse horário, apenas serviços delivery (entrega) e take away (compra sem consumo) podem funcionar. Clientes que já estejam no restaurante ou bar devem deixar o local até as 22h.

Os setores de serviços e comércio também poderão voltar a receber clientes, mas com escala no expediente. Os serviços funcionarão de 12h às 21h e o comércio de 10h às 18h. Clubes sociais e esportivos, acesso a áreas de lazer e recreação poderão funcionar de 11h às 21h.

Atividades no interior de shopping e centros comerciais deverão funcionar observando as restrições de horário.

Os serviços que estão autorizados a funcionar de 12h às 21h são os seguintes: museus, galerias, bibliotecas, cinemas, teatros, casas de festa, salas de apresentação, salas de concerto, salões de jogos, circos, recreação infantil, parques de diversões, temáticos e aquáticos, pistas de patinação, atividades de entretenimento, visitações turísticas, exposições de arte, aquários e jardim zoológico.

Seguem proibidos:

- Boates, danceterias, salões de dança e casas de espetáculo.

- Atividades econômicas nas areias das praias, incluindo ambulantes.

- Comércio exercido em feiras especiais, feiras de ambulantes, feiras de antiquários e feirartes.

- Prática de atividades físicas coletivas em praias e praças ou áreas particulares (permitida apenas a prática de atividades físicas individuais).

- Também continuam vetadas a permanência de pessoas nas vias, áreas e praças das 23h às 5h, e nas areias das praias, em parques e cachoeiras, em qualquer horário.

- Realização de eventos, festas, rodas de samba, em áreas públicas e particulares; feiras (exceto as de produtos alimentícios), exposições, congressos e seminários.

- Entrada de ônibus e demais veículos de fretamento no município.

- Estacionamento de veículos automotores na orla marítima.

Henry: Casal jogou celulares pela janela durante a prisão, diz polícia

Em nota, a Seop (Secretaria de Ordem Pública) informa que seguirá com as fiscalizações utilizando o efetivo de 1.000 agentes municipais, contando com equipes da Seop, da Guarda Municipal e da Vigilância Sanitária. As operações se dividirão entre os comboios da Secretaria em áreas específicas da cidade, ações destacadas e capilarizadas da Guarda Municipal, com ocupações prévias de pontos tradicionais de aglomeração, além de bloqueios rodoviários itinerantes em alguns pontos da cidade.

* Estagiário do R7 sob supervisão de PH Rosa

Últimas