Rio de Janeiro Rio entra em Estágio de Atenção após fortes chuvas 

Rio entra em Estágio de Atenção após fortes chuvas 

Previsão para esta noite é de pancadas de chuva moderadas a fortes; zonas norte, sul e oeste registraram pontos de alagamento 

Rio entra em Estágio de Atenção após fortes chuvas

O Rio entrou em Estágio de Atenção às 19h20 desta terça-feira (27) devido às chuvas de intensidade forte a muito forte na capital, de acordo com o COR (Centro de Operações Rio). A previsão para esta noite e madrugada é de pancadas moderadas a fortes, ocasionalmente muito fortes, acompanhadas de rajadas de vento e raios.

A Defesa Civil acionou sirenes de duas comunidades no bairro do Estácio, na região central da cidade, e solicitou que moradores sigam até pontos de apoio. Há alagamentos na avenida Mem de Sá com a rua dos Inválidos e na avenida Presidente Vargas na altura do Terreirão do Samba, também no centro. 

Na Tijuca, zona norte do Rio, choveu cerca de 8 mm, das 19h até às 19h15, o que ocasionou bolsões d'água nas ruas Dr. Satamini com a rua Campos Sales e no cruzamento entre as ruas José Higino e Barão de Mesquita. Há bolsões d'água ocupando também a pista no sentido São Conrado da Praça Sibélius, na Gávea, zona sul da cidade.

Houve também registros de chuva forte no Jardim Botânico (15,8mm) e no morro do Vidigal (10,2mm), na zona sul, e no bairro do Recreio dos Bandeirantes (14,2mm), na zona oeste. Além disso, a rua do Catete, também na zona sul, foi interditada devido à um alagamento.

Os bairros de Anchieta, Piedade, Ilha do Governador e Irajá, também na zona norte, e Bangu, na zona oeste, já registraram chuva moderada e forte. A situação mais intensa foi em Bangu. Conforme o Alerta Rio, foram 11,4 mm, apenas em 15 minutos, entre às 16h45 e às 17h.

Previsão

De acordo com o serviço de meteorologia Climatempo, a circulação de ventos sobre o Brasil pode piorar a situação do Rio, que passará por uma concentração de ar úmido e quente, favorecendo a formação de nuvens carregadas. Com isso, a previsão até o fim da semana é de pancadas de chuva frequentes sobre o Estado e de risco de chuva forte.

A expectativa é de chuva para esta quarta-feira (28), principalmente, à tarde e à noite. Já na quinta-feira (1) e na sexta-feira (2), o quadro se agrava, e a pressão atmosférica deve aumentar o risco de temporais.

O Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais registrou, entre 13h50 e 16h50, o volume de 48,8 mm em Valença, no sul do Estado. Na região serrana, das 15h50 às 16h50, choveu 27,9 mm em Petrópolis. 

Conforme o Climatempo, há possibilidade de transbordamento de rios, alagamentos e deslizamentos de terra em áreas de encosta.

    Access log