Rio de Janeiro Rio entra em estágio de atenção por chuva e alagamentos

Rio entra em estágio de atenção por chuva e alagamentos

Temporal se concentra nas zonas oeste e norte da capital fluminense. Também há registros em Niterói e na Baixada

  • Rio de Janeiro | Mariene Lino, do R7*

O município do Rio de Janeiro entrou em estágio de atenção às 17h desta sexta-feira (5) em decorrência de registros acima de 10 milímetros de chuva em dois pontos da cidade: Guaratiba e Sepetiba, na zona oeste da cidade. A informação é do COR (Centro de Operações da Prefeitura do Rio).

Rio entrou em estágio de atenção nesta sexta (5)

Rio entrou em estágio de atenção nesta sexta (5)

CELSO PUPO/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO/05.02.2021

O estágio de atenção é o terceiro em uma escala de cinco.

De acordo com o sistema Alerta Rio, os núcleos de chuva ganharam força na zona oeste e voltaram a se formar na zona norte, com possibilidade de precipitação forte na próxima hora.

O Centro de Operações divulgou, por volta de 17h40, que o local com maior acúmulo de chuva entre 17h15 e 17h30 era a estrada da Grota Funda, que precisou ser fechada devido à precipitação de 62 milímetros em uma hora. A via deve ser fechada caso chova, no mínimo, 55 milímetros no mesmo período, seguindo o protocolo de segurança.

O COR divulgou que já foram registrados bolsões d'água em bairros como Benfica e Vila Isabel, na zona norte; Glória, Catete e Jardim Botânico, na zona sul; e Barra da Tijuca, na zona oeste. Há ruas alagadas nas proximidades da Central do Brasil.

Além disso, às 18h30, a Defesa Civil do Rio acionou 15 sirenes em nove comunidades da capital. Entre elas, estão Engenho da Rainha, morro dos Macacos, Parque Vila Isabel, Relicário, São João e Vila Matinha.

Os aeroportos Santos Dumont e Galeão operam com o auxílio de instrumentos para pousos e decolagens. Cinco voos já foram cancelados e dois estão atrasados no Santos Dumont.

Dentre as medidas tomadas pela prefeitura, estão a interdição da avenida Niemeyer, que liga os bairros Leblon, São Conrado e Vidigal, na zona sul do Rio. O bloqueio ocorreu devido a um protocolo que define que a via seja fechada caso haja acúmulo de cinco milímetros de chuva ao longo de uma hora.

Avenida Niemeyer foi interditada pela prefeitura

Avenida Niemeyer foi interditada pela prefeitura

Reprodução/Centro de Operações Rio

De acordo com o COR (Centro de Operações da Prefeitura do Rio), o trecho interditado vai do encontro entre as avenidas Delfim Moreira e Visconde de Albuquerque, no Leblon, até a altura do hotel Sheraton, no mesmo bairro. Equipes da Guarda Municipal estão posicionadas nos dois pontos de bloqueio.

Moradores e turistas que estejam hospedados até a altura do hotel Sheraton devem usar o acesso da avenida Prefeito Mendes de Morais, em São Conrado. No entanto, está proibido o acesso à avenida Delfim Moreira, no Leblon, por São Conrado.

O município de Niterói, na região metropolitana, também entrou em estágio de atenção nesta tarde devido à atuação de núcleos de chuva fraca a moderada. Segundo o Centro de Monitoramento e Operações da Defesa Civil do município, a previsão é de pancadas de chuva forte com raios nas próximas horas.

Já na Baixada Fluminense, há registros de alagamento em ruas no centro de Duque de Caxias e na estrada Abílio Augusto Távora, em Nova Iguaçu.

A assessoria da Defesa Civil de Nova Iguaçu confirmou que não há ocorrências graves no município em decorrência do temporal.

*Estagiária do R7, sob supervisão de Bruna Oliveira

Últimas