Rio de Janeiro Rio: PGE autoriza pagamento dos salários de funcionários do Samu

Rio: PGE autoriza pagamento dos salários de funcionários do Samu

Funcionários vão receber seus pagamentos diretamente em suas contas, sem passar pela OZZ Saúde, e o depósito será feito pelo Cejusc

  • Rio de Janeiro | Raíza Chaves, do R7*

Funcionários estão com os salários atrasados

Funcionários estão com os salários atrasados

Reprodução / Record TV Rio

A SES (Secretaria Estadual de Saúde) informou neste sábado (1º) que vai repassar ao TRT (Tribunal Regional do Trabalho), R$ 10,5 milhões para o pagamento dos salários em atraso dos funcionários do Samu (Serviço de Socorro de Emergência) do Rio.

De acordo com a secretaria, os funcionários vão receber seus pagamentos diretamente em suas contas, sem passar pela OZZ Saúde. O depósito será feito pelo Cejusc (Centro Judiciário de Métodos Consensuais de Soluções de Disputas), do TRT da 1ª Região.

Os funcionários, que estão sem receber há três meses, entraram em greve e o serviço de ambulância de emergência na cidade estava funcionando com cerca de 30% de sua capacidade. 

A PGE (Procuradoria Geral do Estado) autorizou, na sexta-feira (31), o pagamento após analisar o problema das ordens judiciais conflitantes em relação à OZZ Saúde. O edital para contratação da nova empresa que vai substituir a OZZ já está pronto para ser publicado no início da próxima semana.

Em relação ao Hospital Adão Pereira Nunes, na Região Metropolitana do Rio, a SES disse que também obteve autorização do TRT-1 para fazer o pagamento dos salários de junho diretamente na conta dos trabalhadores.

Por fim, a secretaria está analisando a folha de pagamento apresentada pela Organização Social Iabas (Instituto de Atenção Básica e Avançada à Saúde) para atestar a regularidade da prestação de contas. O pagamento deverá ser repassado ao TRT na próxima semana.

*Sob supervisão de Patrícia Junqueira

Últimas