Rio de Janeiro Rio: polícia faz ação contra grupo que aplicava fraudes bancárias

Rio: polícia faz ação contra grupo que aplicava fraudes bancárias

Quadrilha usava funcionários de instituições financeiras, além de dois policiais militares, sendo um capitão e um sargento da PM

Polícia Civil realiza operação contra quadrilha especializada em aplicar golpes em bancos

Polícia Civil realiza operação contra quadrilha especializada em aplicar golpes em bancos

Tomaz Silva/Agência Brasil

A Polícia Civil faz uma operação, na manhã desta quinta-feira (4), contra uma das maiores organizações criminosas de fraudes bancárias dentro do Rio de Janeiro. São 15 mandados de busca e apreensão, além de uma ordem de bloqueio de bens de cerca de R$ 13 milhões. O grupo movimentava o dinheiro por meio de criptomoedas e empresas de fachada.

Os criminosos desviavam talões de cheques com informações privilegiadas, entregues por funcionários de bancos e de um agente da Polícia Civil. Além disso, eles conseguiam clonar o número de telefone dos clientes, com a ajuda desses integrantes que trabalhavam nos bancos. 

Após obter os dados dos clientes, os criminosos usavam cheques com altos valores. Quando o banco ligava para confirmar a transação, os bandidos desviavam a ligação, após terem clonado o telefone da vítima, para confirmar a operação.

Uma das vítimas do grupo, morador de Minas Gerais, sofreu um prejuízo de cerca de R$ 500 mil.

O grupo atua nas zonas oeste e norte da cidade. Também foram identificados dois policiais militares, sendo um capitão e um sargento da PM, como integrantes da quadrilha.

Em Camboinhas, Niterói, na Região Metropolitana do Rio, a polícia conseguiu prender o líder da quadrilha.

*Estagiário do R7, sob supervisão de Raphael Hakime

Últimas