Rio: polícia faz ação contra suspeitos de falsa negociação de títulos

Idosos eram alvo preferencial de quadrilha que vendia títulos de clube de viagens. Vítima chegou a ser lesada em quase R$ 3 milhões por grupo

Polícia tenta cumprir 11 mandados de prisão

Polícia tenta cumprir 11 mandados de prisão

Reprodução/Record TV Rio

A Polícia Civil prendeu na manhã desta sexta-feira (14), pelo menos, seis pessoas suspeitas de falsa negociação de títulos de um clube de viagens, no Rio de Janeiro. Os agentes da DDEF (Delegacia de Defraudações) ainda tentam cumprir outros cinco mandados de prisão e 16 de busca e apreensão contra o grupo.

RJ: polícia encontra alemão suspeito de gravar pornografia infantil

De acordo com as investigações, a quadrilha cadastrava as vítimas em clubes de viagens, os quais já estariam fechados. O golpe consistia em vender títulos inexistentes, geralmente a idosos. Caso as pessoas inscritas no esquema não usassem o clube, elas supostamente receberiam outro título no valor de R$ 8 mil.

Em seguida, os golpistas disponibilizavam uma suposta área interna do clube para a negociação de títulos. O próximo passo da quadrilha era uma ligação de um segundo suspeito interessado em comprar tais títulos, exigindo uma série de documentos à vítima.

Segundo a Polícia Civil, diferentes integrantes da quadrilha passavam a ligar para as vítimas se passando por funcionários de cartório exigindo o registro de documentos internacionais, pagamentos de impostos e seguros. Uma das vítimas chegou a ser lesada em quase R$ 3 milhões.

Gilmar vai ouvir STJ antes de decidir sobre liberdade total a Queiroz

Em nota, a Polícia Civil informou que a quadrilha colocou no ar inúmeros sites para passar veracidade sobre o clube de viagens. O grupo estaria agindo desde 2011.

*Estagiário do R7, sob supervisão de PH Rosa