Rio prorroga medidas restritivas até 10 de maio

Comércio e serviços não essenciais, além de bares, lanchonetes e restaurantes, podem atender presencialmente até às 22h

Resumindo a Notícia

  • Prefeitura do Rio decide prorrogar medidas restritivas até 10 de maio
  • Circulação nas praias está proibida durante os finais de semana
  • Funcionamento de boates, danceterias e casas de espetáculos também segue proibido
  • Comércio, serviços não essenciais, bares, lanchonetes e restaurantes atendem pessoas até às 22h
Medidas restritivas mantêm a proibição nas praias durante o fim de semana

Medidas restritivas mantêm a proibição nas praias durante o fim de semana

Tânia Rêgo/Agência Brasil

O município do Rio decidiu prorrogar até 10 de maio as medidas restritivas contra a covid-19. As regras de funcionamento e permanência em lugares públicos permanecem as mesmas do decreto da última sexta-feira (23).

A permanência das pessoas na areia das praias e o comércio nesses locais, por exemplo, continuam proibidos nos fins de semana e feriados, sendo permitidos apenas nos dias úteis. Também segue proibida a permanência nas ruas das 23h às 5h todos os dias. A prefeitura manteve ainda a proibição do funcionamento de boates, danceterias e casas de espetáculos.

Comércio e serviços não essenciais, além de bares, lanchonetes e restaurantes, poderão funcionar com atendimento presencial ao público até as 22h.

Estabelecimentos localizados no interior de shopping centers, centros comerciais e galerias de lojas, assim como as atividades culturais e de entretenimento como museus, cinemas, teatros, casas de festa e parques de diversões, deverão funcionar com no máximo 40% da capacidade, se localizadas em locais fechados, e 60% se em locais abertos.

Últimas