Surto de varíola do macaco

Rio de Janeiro Rio registra terceira morte por varíola do macaco

Rio registra terceira morte por varíola do macaco

Vítima é um homem de 31 anos, morador de São João de Meriti, na Baixada Fluminense, que estava internado no IEISS 16 de setembro 

  • Rio de Janeiro | Gabriel Pieroni*, do R7

Rio confirma terceira vítima por varíola do macaco

Rio confirma terceira vítima por varíola do macaco

Débora F. Barreto-Vieira/ IOC/ Fiocruz

A SES-RJ (Secretaria de Estado de Saúde) confirmou, na última segunda-feira (10), a terceira morte de um paciente infectado pela varíola dos macacos no estado em decorrência da doença.

A vítima é um homem de 31 anos, morador de São João de Meriti, na Baixada Fluminense, que estava internado no IEISS (Instituto Estadual de Infectologia São Sebastião) desde 16 de setembro. O óbito tem relação com o histórico de comorbidades e baixa imunidade, que agravaram o quadro da doença.

As outras duas mortes foram registradas em Campos dos Goytacazes, no norte do estado, e em Mesquita, na Baixada Fluminense. 

A Secretaria de Saúde informou que 1.150 casos foram confirmados e 122 prováveis foram registrados até a última segunda-feira. Outros 338 casos suspeitos seguem em investigação, e 2.270 foram descartados.

Ainda segundo a secretaria, os casos suspeitos são aqueles que os pacientes, de qualquer idade, apresentam início súbito de lesão em mucosas e/ou erupção cutânea aguda, em qualquer parte do corpo.

Embora a doença tenha sido identificada pela primeira vez em macacos, é importante ressaltar que o surto atual não tem relação com estes animais.

*Estagiário do R7, sob supervisão de PH Rosa

Últimas