Rio de Janeiro Rio tem 28 regiões com alto risco para covid-19, aponta Prefeitura

Rio tem 28 regiões com alto risco para covid-19, aponta Prefeitura

De acordo com o segundo boletim divulgado, houve um aumento de 10 áreas se comparado com o último levantamento

  • Rio de Janeiro | Ana Beatriz Araújo, do R7*, com Record TV Rio

A cidade do Rio tem 28 regiões com alto risco para a covid-19 – 10 a mais que no último levantamento, como aponta o boletim epidemiológico divulgado pela Prefeitura, nesta sexta-feira (15).

Mapa indica avanço da doença na cidade do Rio de Janeiro

Mapa indica avanço da doença na cidade do Rio de Janeiro

Divulgação/Prefeitura do Rio

Esse aumento indica um avanço da doença no município. Desde o início da pandemia, o Rio registrou 177.569 casos confirmados e 15.950 óbitos.

"A região que, particularmente, nos preocupa é a região de Paquetá. Vamos intensificar as ações em todas as áreas que apresentam risco alto para a covid-19.", disse o secretário municipal de Saúde, Daniel Sonraz.

Os dados são elaborados semanalmente pelo COE (Centro de Operações de Emergências) que reúne as taxas da doença para cada uma das 33 regiões administrativas da cidade. Com isso, é possível definir medidas de proteção a serem adotados por cada área.

Apenas cinco bairros apresentam médio risco para a covid-19: Realengo, na zona oeste, Rocinha, na zona sul e as comunidades do Jacarezinho, Complexo da Maré e Complexo do Alemão, na zona norte. Somente Realengo saiu da zona de alto risco para o médio. 

*Estagiária do R7, sob supervisão de PH Rosa

Últimas