Rio de Janeiro Rio vacina pessoas com 53 e 52 anos de grupos prioritários 

Rio vacina pessoas com 53 e 52 anos de grupos prioritários 

A partir desta quinta (6), não haverá mais ordem de idade para pessoas com síndrome de Down ou doença renal

A partir desta quinta-feira (6), o município do Rio passa a vacinar duas faixas etárias dos grupos prioritários. Hoje, pessoas com 53 anos serão atendidas pela manhã, e outras com 52 anos receberão a 1ª dose no período da tarde. Além disso, os profissionais de saúde com 36 anos também vão ser vacinados.

Rio vacina grupos prioritários

Rio vacina grupos prioritários

Divulgação/Prefeitura Rio

Os grupos prioritários incluem pessoas com comorbidades ou deficiências permanentes e trabalhadores das áreas da educação e serviços de limpeza urbana, além de guardas municipais, motoristas e cobradores de ônibus e transporte escolar.

Entre as comorbidades incluidas pelo PNI (Programa Nacional de Imunizações) estão diabetes, hipertensão grave, doença pulmonar obstrutiva crônica, doença renal, doenças cardiovasculares e cerebrovasculares, câncer e obesidade grave, entre outras.

Para receber a vacina, é necessário apresentar as três últimas prescrições ou receitas, atestados, recomendação médica que comprove a comorbidade.

O grupo acima dos 18 anos que pode receber a vacina, sem ordem por idade, inclui pessoas com doença renal crônica (diálise), síndrome de down, gestantes e puérperas com comorbidades.

Segundo o calendário municipal, entre quinta (6) e sexta (7), idosos com 67 anos ou mais já podem receber a 2ª dose da CoronaVac.

Profissionais da saúde e da segurança

Os profissionais de saúde devem se dirigir ao posto de vacinação exclusivamente no período da tarde, de 13h às 17h, levando a carteira de seu conselho de classe. Aqueles que atuam em unidades de urgência e emergência devem ser vacinados no local de trabalho.

O grupo inclui médicos, enfermeiros, nutricionistas, fisioterapeutas, farmacêuticos, dentistas, fonoaudiólogos, psicólogos, assistentes sociais, professores de educação física, veterinários, entre outros.

Policiais civis e militares, bombeiros e agentes penitenciários serão imunizados em seus locais de trabalho.

Locais de vacinação na capital

• Atendimento das 8h às 17h:

– Planetário da Gávea

– Tijuca Tênis Clube

– Museu da República (Catete)

– Paróquia Nossa Senhora do Rosário (Leme)

– Casa Firjan (Botafogo)

– Jockey Club Brasileiro (Gávea)

– Hotel Fairmont (Copacabana)

– Museu da Justiça (Centro)

– Cidade das Artes (Barra da Tijuca)

– Quartéis do Corpo de Bombeiros: Humaitá, Copacabana e Quartel de Busca e Salvamento (Barra da Tijuca)

– Imperator (Méier)

– Quadra do Cacique de Ramos (Olaria)

– Vila Militar (Deodoro)

– Museu Conde de Linhares (São Cristóvão)

– Club Municipal (Tijuca)

– Palácio Duque de Caxias (Centro)

– Quadra da Portela (Madureira)

– Espaço Cultural da Marinha (Centro)

–  CIAD (Centro)

–  CMRPD de Irajá

–  CMRPD do Mato Alto (Jacarepaguá)

–  CMRPD de Santa Cruz

– Centro de Instrução Almirante Milcíades Portela Alves (CIAMPA – Campo Grande)

• Atendimento das 8h às 12h

– ABBR (Jardim Botânico)

• Atendimento das 9h às 15h:

– Uerj (Maracanã)

A vacinação no sistema drive-thru é exclusiva para idosos, gestantes com comorbidades e pessoas com deficiência. O atendimento acontece das 8h às 17h nos locais:

– Museu Aeroespacial (Campo dos Afonsos)

– Vila Militar (Deodoro)

– Centro de Instrução Almirante Milcíades Portela Alves CIAMPA (Campo Grande)

– Base Aérea do Galeão (Ilha do Governador).

No Parque Olímpico (Barra da Tijuca) e no Sambódromo (Santo Cristo) o drive-thru é das 9h às 15h.

O Conselho Regional de Enfermagem do Rio de Janeiro Coren-RJ (Centro) e o Conselho Regional de Farmácia (Tijuca) atendem exclusivamente profissionais da saúde de 9h às 16h.

Veja o calendário de vacinação da cidade do Rio de Janeiro:

Divulgação/Prefeitura Rio

Últimas