Rio de Janeiro RJ: Ex-secretário de Saúde Edmar Santos volta atuar como médico

RJ: Ex-secretário de Saúde Edmar Santos volta atuar como médico

Investigado em operação do MP-RJ, Edmar Santos retomou atendimentos no Hospital Central da Polícia Militar

  • Rio de Janeiro | Raíza Chaves, do R7*

Ex-secretário retornou atividades como professor universitário e médico no Rio

Ex-secretário retornou atividades como professor universitário e médico no Rio

Reprodução / Agência Brasil

O ex-secretário estadual de Saúde Edmar Santos, voltou a atuar como médico anestesista no HCPM (Hospital Central da Polícia Militar), no Estácio, na região central do Rio, no mês passado.

Procurada, a PM confirmou que Edmar está atuando no local.

No último dia 3 de março, o ex-secretário voltou a dar aulas na faculdade de Ciências Médicas da UERJ (Universidade do Estado do Rio de Janeiro). Ele é professor de Anestesiologia e leciona de forma remota, segundo a Universidade.

Em nota, a Instituição afirmou que Edmar estava afastado de suas atividades por uma licença médica. Além disso, um Processo Administrativo Disciplinar está em curso e portanto, ele não pode ser deixar de exercer as funções.

Processo

Alvo de uma operação do MP-RJ (Ministério Público do Rio de Janeiro), Edmar Santos foi preso em casa no bairro de Botafogo, zona sul do Rio de Janeiro, no dia 10 de julho de 2020. Ele é investigado por irregularidades na compra de respiradores e insumos para o combate à covid-19.

Além disso, existe a suspeita de corrupção em contratos emergenciais do governo do Estado na área da Saúde. Segundo as investigações, houve várias irregularidades no contrato de R$ 835 milhões com a OS (Organização Social) Iabas, contratada para construir sete Hospitais de Campanha.

Na ocasião, também foi cumprido um mandado de busca e apreensão em um endereço ligado ao ex-secretário em Itaipava, distrito de Petrópolis, na região serrana do Estado.

*Sob supervisão de Paulo Guilherme

Últimas