Rio de Janeiro RJ: Familiares dizem que amigos desaparecidos eram experientes

RJ: Familiares dizem que amigos desaparecidos eram experientes

Lancha em que os cinco homens viajavam com destino ao Ceará desapareceu na sexta-feira (29) em Campos dos Goytacazes

  • Rio de Janeiro | Ana Beatriz Araújo, do R7*, com Record TV

Os familiares dos cinco amigos que desapareceram durante uma viagem de lancha com destino ao Ceará afirmaram que eles eram pescadores experientes. A última localização registrada pelo O Maestro foi no farol de São Thomé, em Campos dos Goytacazes, no norte do Estado.

Marinha do Brasil intensificou as buscas

Marinha do Brasil intensificou as buscas

Reprodução/Record TV Rio

“Eu acredito muito na capacidade de cada um, porque eles não eram aprendizes. Eles eram conhecedores.”, disse a esposa de um dos tripulantes, Tatiana Cruz.

No último contato feito com as famílias, Ricardo Kirst, Wilson Martins, Guilherme Ambrosio, José Cláudio de Souza e Domingos Sávio relataram que ventava e chovia bastante no local. Eles teriam relatado que esperavam a passagem do temporal. No entanto, os familiares temem que a lancha tenha naufragado.

“Soube por terceiros que a embarcação afundou. A gente juntou as peças e viemos a crer que seja O Maestro.”, disse Tatiana.

A chegada dos amigos à Fortaleza estava marcada para o dia 8 de fevereiro, dois dias depois do aniversário de um deles. Em nota, a Marinha do Brasil afirmou que intensificou as buscas pelos cinco tripulantes. Embarcações e duas aeronaves estão auxiliando na ação.

*Estagiária do R7, sob supervisão de PH Rosa

Últimas