Rio de Janeiro RJ investiga mais cinco casos suspeitos de varíola do macaco

RJ investiga mais cinco casos suspeitos de varíola do macaco

Até o momento, estado recebeu 17 notificações, das quais dez foram descartadas. Dois pacientes tiveram a doença confirmada

Reprodução/ Fiocruz

A Secretaria de Estado de Saúde confirmou, nesta segunda-feira (20), que investiga cinco casos suspeitos de varíola do macaco no Rio de Janeiro —  dois foram registrados na capital, outros dois na Baixada Fluminense (Nova Iguaçu e Duque de Caxias) e um em  Itaguaí, na região metropolitana.

Até o momento, o estado recebeu 17 notificações de suspeita da doença, das quais dez foram descartadas. Dois pacientes tiveram o diagnóstico confirmado e seguem em monitoramento.

O caso mais recente confirmado é de um homem de 25 anos morador do município de Maricá, na região metropolitana do Rio. O jovem não tinha histórico de viagens, mas disse ter tido contato com estrangeiros.

Ele é o oitavo paciente contaminado com o vírus monkeypox no Brasil, de acordo com dados do Ministério da Saúde, e o primeiro caso de transmissão dentro do país.

Últimas