RJ: jovem da Baixada corta cabelo em troca de doações ao próximo

Geivison Carvalho faz o serviço e como pagamento aceita caixa de bombom e cobertores

O barbeiro Geivison Carvalho, 23 anos, realiza um trabalho solidário na região onde mora, em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense. Em troca do serviço, ele aceita caixa de bombom ou agasalhos.

O jovem, que corta cabelo há quatro anos, relata que realiza com frequencia ações para ajudar pessoas que precisam de alimentos e roupas.

Geivison corta cabelo em troca de doações

Geivison corta cabelo em troca de doações

Reprodução/ Record TV Rio

O agasalho recebido é entregue aos moradores de rua, já as caixas de bombom são para presentear os profissionais de saúde.

A primeira unidade de saúde a receber o gesto de Geivison foi a UPA de Botafogo, na mesma região.

O motivo da escolha foi um gesto de carinho ao amigo que trabalhava como maqueiro do local e morreu após contrair a covid-19.

Em entrevista à Record TV, ele disse que se sente feliz e satisfeito em ajudar o próximo. Geivison ainda afirmou que queria presentear os profissionais da saúde pelo trabalho realizado durante a pandemia.

“Queria presentear eles [profissionais de saúde] com algo, porque eles lutam pela gente lá dentro”, disse o barbeiro.

*Estagiária do R7, sob supervisão de Odair Braz Jr.