Rio de Janeiro RJ: moradora de Guaratiba diz que água ficou na altura de seus ombros

RJ: moradora de Guaratiba diz que água ficou na altura de seus ombros

Acostumada com alagamentos em sua casa, vítima de inundação colocava seus móveis em cima de blocos de concreto com meio metro de altura

RJ: moradora de Guaratiba diz que água ficou na altura de seus ombros

Moradora colocava móveis em blocos de concreto

Moradora colocava móveis em blocos de concreto

Reprodução/Record TV Rio

A forte chuva que atingiu o Rio de Janeiro na noite da última segunda-feira (8) em toda terça-feira (9) causou estragos e alagamentos em toda cidade. Em Guaratiba, na zona oeste, a moradora de uma casa contou que a água chegou à altura de seu ombro.

Temporal deixa ao menos 10 mortos no Rio de Janeiro

Maria Helena, moradora do loteamento de Jardim Maravilha, colocava seus eletrodomésticos, como geladeira e fogão, sobre blocos de concreto, com cerca de meio metro de altura. Entretanto, não foi o suficiente durante o último temporal.

“Quando começou a entrar [a água] eu saí correndo fugindo para os vizinhos. Eu tentei salvar minha menina, o resto ficou todo para trás. Não deu”, disse Maria Helena em entrevista à Record TV Rio.

Segundo a moradora, a água não entrou só pelo telhado ou portas, mas também surgia dos ralos espalhados pela casa.

A água destruiu não só eletrodomésticos e móveis, como roupas e sapatos que estavam em cima da cama, também na tentativa de Maria Helena para retirar seus objetos da inundação.

Além dos danos materiais, a moradora do Jardim Maravilha, loteamento severamente castigado pelo temporal, também perdeu um dos seus animais de estimação durante a chuva.

Maria Helena tem a expectativa de conseguir retirar a água da sua casa a partir desta quinta-feira (11).

“Estou de favor na casa de uma vizinha. Estou lá até tirar a sujeira da casa. Daqui um dia, dois, acho que dá pra tirar, né? Pra retornar.”

*Estagiário do R7, sob supervisão de PH Rosa