RJ: Policia procura mulher acusada de queimar filha de 7 anos 

Segundo a avó, a suspeita, que é dependente química, agredia e dopava os três filhos com frequência na zona norte

A polícia procura uma mulher suspeita de queimar a própria filha de sete anos em casa no bairro de Rocha Miranda, na zona norte do Rio.

Em um vídeo, a menor contou que a mãe "ligou o fogo, queimou o garfo e depois colocou na mão dela".

Menina de 7 anos teve as mãos queimadas

Menina de 7 anos teve as mãos queimadas

Reprodução/ Record TV Rio

Segundo relatos de testemunhas, a mãe agrediu a menina por ela ter pegado emprestado um telefone de um amigo.

A mulher desapareceu após os vizinhos afirmarem que denunciariam o caso para traficantes da comunidade onde ela morava.

Já os parentes disseram que os três filhos estão com medo que a mãe volte para casa.

Em entrevista à Record TV Rio, a avó Rosicler dos Santos contou que a suspeita é usuária de drogas e, além de agredir as crianças, também as dopava para dormir.

Muito emocionada, Rosicler disse ainda que foi ameaçada de morte pela filha por meio de mensagens em uma rede social.

"É muito duro a gente botar no mundo, criar com todo amor, carinho e sacrifício para anos depois ver isso tudo acontecer. Eu só quero que a justiça seja feita “, disse a avó.

Segundo informações da Record TV, a criança ferida está sob os cuidados do pai biológico, que busca pela guarda da filha.

O caso está sendo investigado pela DCAV (Delegacia da Criança e do Adolescente Vítima) e, nos próximos dias, a menina será ouvida por um policial psicólogo.

*Estagiária do R7, sob supervisão de Bruna Oliveira