Rio de Janeiro Sargento da Marinha é preso com medicamentos abortivos no Rio

Sargento da Marinha é preso com medicamentos abortivos no Rio

De acordo com delegado da Decon (Delegacia do Consumidor), foram feitas cerca de 300 negociações em 45 dias; transações eram feitas em redes sociais

militar preso

Reprodução/RecordTV

Um sargento da Marinha foi preso em flagrante, na manhã desta quinta-feira (21), na própria casa em Bonsucesso, zona norte do Rio de Janeiro, acusado de vender ilegalmente produtos abortivos em redes sociais.

Leia também: Dez pessoas são presas em operação da Polícia Civil na Cidade de Deus

No local foram apreendidos 12 caixas de sibutramina, uma cartela de citotec e uma pistola que não estava registrada. Em nota, a Polícia Civil afirmou que a ação foi coordenada pelo Decon (Delegacia do Consumidor) partir de uma investigação online.

O delegado Mario Jorge Andrade, responsável pelo caso, afirmou em entrevista exclusiva à Record TV que o homem era monitorado há cerca de um mês e meio, e que a denúncia foi feita pelo MP-RJ (Ministério Público do Rio de Janeiro).

Ainda segundo o delegado, o sargento era armeiro da Marinha e já participou de missões de paz no Haiti e no Oriente Médio. Andrade explicou que durante os dias de investigação, o suspeito fez cerca de 300 negociações para comércio dos produtos.

Entenda o caso:

*Estagiário do R7, sob supervisão de PH Rosa