Rio de Janeiro Secretária de Japeri é afastada por compra irregular de respiradores

Secretária de Japeri é afastada por compra irregular de respiradores

De acordo com a Polícia Federal, a pasta de Rozilene Souza Moraes dos Anjos teria autorizado a compra de equipamentos superfaturados e obsoletos

  • Rio de Janeiro | Lucas Ferreira, do R7*

Município é investigado por prejuízo de R$ 2 mi na sáude

Município é investigado por prejuízo de R$ 2 mi na sáude

Google Maps

A Polícia Federal realiza na manhã desta terça-feira (6) uma operação contra a Secretaria de Saúde de Japeri, cidade da Baixada Fluminense. A chefe da pasta, Rozilene Souza Moraes dos Anjos, foi afastada do cargo por suspeita de compra de respiradores superfaturados e obsoletos para o tratamento do novo coronavírus.

Rio: Mulher é presa por matar marido para receber seguro de vida

Segundo as investigações feitas pela Polícia Federal, se estima que as compras tenham causado R$ 2 milhões de prejuízo aos cofres públicos da cidade. As apurações foram feitas com apoio do MPF (Ministério Público Federal), CGU (Controladoria-Geral da União) e Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sinitária).

Além do afastamento da secretária de Saúde de Japeri, a operação, batizada de Apneuse, visa cumprir cinco mandados de busca e apreensão nos municípios de Japeri e de Nova Iguaçu, também na Baixada Fluminense.

O Portal R7 procurou a Secretaria de Saúde Japeri, mas não obteve retorno até a publicação desta matéria. O site mantém o espaço aberto para a manifestação dos citados.

*Estagiário do R7, sob supervisão de PH Rosa

Últimas