Rio de Janeiro Sobe para 11 o número de vítimas do incêndio no Hospital Badim

Sobe para 11 o número de vítimas do incêndio no Hospital Badim

A informação foi confirmada com a direção da unidade hospitalar; Perito do IML revelou que a maioria das causas das mortes foram relacionadas à asfixia

Incêndio Hospital Maracanã

Incêndio no Hospital Badim deixa ao menos 11 mortos

Incêndio no Hospital Badim deixa ao menos 11 mortos

CELSO PUPO/FOTOARENA/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO

Subiu para 11 o número de mortos no incêndio que atingiu o Hospital Badim, no Maracanã, zona norte do Rio de Janeiro, nessa quinta-feira (12), de acordo com a direção da unidade. A identidade da vítima não foi revelada. 

Leia mais: Defesa Civil interdita hospital Badim e outros quatros imóveis no Rio

Mais cedo, o Corpo de Bombeiros havia confirmado o número, mas a assessoria voltou atrás por volta 13h20, afirmando ter encaminhado 10 corpos ao IML (Instituto Médico Legal). A perito Gabriela Graça, responsável pelas necropsias, revelou que a maioria das causas das mortes foram relacionadas à asfixia.

Dezenas de pacientes precisaram ser retirados às pressas e muitos deles ficaram aguardando remoção na calçada, para desespero de familiares.

A assessoria de imprensa da unidade hospitalar informou que dos 103 pacientes que estavam na unidade, 77 seguem internados em 12 instituições de saúde do Rio de Janeiro. 15 já estão em suas residências.

Além disso, pelo menos 20 funcionários e acompanhantes estão internados.

A equipe do Hospital está em contato com as unidades que receberam os pacientes para acompanhar seu estado de saúde, inclusive com o deslocamento de profissionais da equipe médica do hospital.

As primeiras informações dão conta de que as chamas começaram a partir de um curto-circuito em um gerador do subsolo do prédio. 

*Estagiária do R7, sob supervisão de PH Rosa